Onde está Jesus?

Geralmente quando realizamos coisas costumeiras, temos a tendencia de ser negligentes. Por certo, presumirmos a experiência, o domínio, e os cuidados necessários daquilo que sempre realizamos. Diante desta afirmativa, a Bíblia nos trás uma história muito interessante, relacionado aJesus e seus pais. O texto se localiza em Lucas 2-41, nos fala a cerca de quando os pais de Jesus lhe perderam. Tendo Jesus já doze anos, seus pais subiram com Ele a festa da páscoa, como faziam todos os anos. Porém nesse dia aconteceu algo diferente, ao voltar da festa, chegando em casa descobriram que tinham deixado Jesus para trás. O sentimento de desespero logo invade o coração dos seus pais que saem a procura de Jesus, mas o texto nos revela algumas verdades que por muitas das vezes a história se repete com muitos de nós. Primeiro, eles deixaram Jesus para trás sem que percebessem.

E quantas das vezes, em muitas de nossas atitudes cotidianas deixamos Jesus para trás em nossos afazeres. Deixamos Jesus para trás quando agimos com rancor, no lugar de transmitir o amor. Deixamos Jesus para trás, quando somos dominados pela ira em detrimento do perdão. Entre outros fatores, a qual agimos sem perceber que isso só nos afasta de sua presença. Outra coisa que o texto nos revela, é que eles foram procurar Jesus entre os familiares que habitava por perto, porém Jesus estava em Jerusalém. Esse sentimento se repete nos dias hodiernos, pessoas que pensam que Jesus está perto, quando na verdade Ele está muito longe, e tudo isso sem que percebessem.

Como não encontraram Jesus em lugar algum, após um período de três dias, voltaram em Jerusalém. Ao chegar em Jerusalém, encontram Jesus dentro do templo, assentado no meio dos doutores, ouvido-os e interrogando-os. Eles perderam Jesus dentro do templo, foi o último lugar que eles buscaram. Pois, ninguém imagina que possa perder Jesus dentro do templo, ou seja, no meio das coisas sagradas. Porém, essa verdade ainda ocorre nos dias atuais, pessoas que estão acostumadas com suas liturgias rotineiras, com a sua religiosidade diária, que nem se quer notaram, que Jesus está muito mais longe do que elas imaginam. Esse deve ser o nosso maior medo, pois pior do que viver em um caminho errado, é morrer errado no caminho. Quem diria, que seus próprios pais poderiam perde-lo de vista? Isso pode ocorrer com qualquer um de nós, se não mantermos os olhos fitos emJesus, o autor e consumador da nossa Fé.

Não importa se você o perdeu de vista no decorrer do caminho, Ele te espera no templo em Jerusalém. Volta!! Mas Volta depressa!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *